DESPORTO

Victor Pinto manda fortes farpas para o Sérgio Conceição

Publicado:

© Getty Images
Publicidade

Victor Pinto manda fortes farpas para Sérgio Conceição

De acordo com Pinto da Costa, houve “dualidade de critérios” no jogo, ele diz o seguinte:

Publicidade

“O Uribe não tinha de ser expulso sozinho e o VAR não interveio”, exemplificou. “Nós queremos paz no futebol mas não provoquem e não brinquem mais com o esforço dos jogadores, treinadores e adeptos do FC Porto. Apelo à serenidade mas volto a dizer basta”, ressalvou, terminando com uma dura crítica ao secretário de Estado da Juventude e do Desporto, João Paulo Rebelo, algo que Pinto da Costa já tinha feito em ocasiões anteriores.

“Mas também, queria falar apenas em factos: o senhor Hugo Miguel,  o VAR de hoje, foi o VAR no jogo do FC Porto-Benfica”.

Publicidade

“No entanto, com o mesmo árbitro [Luís Godinho] de hoje e quando foi mostrado um amarelo ao Taremi ele interveio para pedir um vermelho”, recordou Pinto da Costa”. Para todas as agressões que houve nesse jogo e que mostrámos e vamos continuar a mostrar “.

“Sei que neste país não temos secretário de Estado do Desporto, toda a gente sabe isso, por isso não posso apelar ao Governo e às autoridades. Mas também, não houve nenhum enterro, porem morreu”.

Publicidade

“Não vale a pena apelar ao que não existe. Apelo à serenidade de todos e quero dizer que basta, ninguém nos vai vergar”

 

Publicidade
Publicidade