Uncategorized

Veja o Financiamento feito pelos EUA a mina de Moçambique

Publicado:

financiamento
Publicidade

A mineira australiana Syrah prevê receber um financiamento norte-americano de 150 milhões de dólares para a subsidiária Twigg. Que opera a mina moçambicana de grafite de Balama, em Cabo Delgado um anuncio feito nesta segunda-feira (11.09).

Nota esta  emitida pela Casa Branca consultada pela Lusa, refere que o objectivo  desse financiamento é de garantir a implementação de cadeias de fornecimento  Moçambicano. Mas concretamente “financiar investimentos na operação de mineração e processamento de grafite da empresa em Balama”. 

Numa informação aos mercados, a Syrah explica que a conclusão da operação de financiamento a 13 anos – através da DFC, agência de financiamento e desenvolvimento do Governo dos Estados Unidos da América (EUA) – permitirá custear os requisitos de capital das operações locais de grafite, uma das maiores reservas mundiais daquela matéria-prima, utilizada em baterias de carros elétricos.

Publicidade

Syrah explica que esta operação vai possibilitar,  inclusive, estudos de viabilidade para o desenvolvimento de recurso de vanádio de Balama. E a expansão actual e futura instalação  de armazenamento, servindo ainda a sustentação das operações de Balama. Este empresto proposto pela DFC para Balama está alinhando com o compromisso da DFC de promover acordos de parcerias comerciais  e de investimento entre EUA e África.

Mas também o apoio da DFC vai conduzir a criação de emprego e investimento em infraestruturas locais, garantindo simultaneamente elevados padrões ambientais e sociais.

 

Publicidade
Publicidade