DESPORTO

Sporting recebe reforço de última hora para jogo com Farense

Publicado:

Rúben Amorim
© Global Imagens
Publicidade

O  treinador do Sporting respondeu às perguntas dos jornalistas um dia antes da deslocação a Faro.

O Sporting defronta o Farense neste sábado, dia 30 de setembro, no Algarve. A equipa de Rúben Amorim parte como favorita, estando no primeiro lugar da I Liga, em igualdade pontual com o FC Porto. Já o Farense está no nono posto da tabela, com seis pontos conquistados.

Rúben Amorim fez a antevisão do encontro no Estádio de Alvalade. Sobre o oponente, disse que é uma equipa sem “nada a perder” e antevê um “jogo difícil”.

Publicidade

“O treinador [José Mota] é mais experiente do que todos nós na equipa principal do Sporting. Vai estar à espera das nossas transições. Os pormenores vão contar. Bolas paradas… não podemos ter bolas muito longas, num campo mais estreito do que o nosso. Isso, parece que não, faz diferença”, adiantou o técnico do Sporting.

Além disso, deu algumas boas notícias para os sportinguistas em termos do boletim clínico. “O Viktor [Gyokeres] está apto para o jogo. O St. Juste está a fazer a sua recuperação e está cada vez mais perto. (…) Ousmane recuperou. Não soube explicar, faltavam cinco minutos para o jogo e não tinha recebido informação do médico. Quando fizemos a avaliação, o departamento médico viu que era apenas um susto e ele fez a semana normalmente. Não foi preciso cuidado com ele”, garantiu o técnico.

Em dia de clássico, os jornalistas perguntaram também se Amorim “assinava por baixo” um resultado que deixasse o Sporting em primeiro lugar. O técnico foi cauteloso: “O que nós queremos é acabar a jornada em primeiro lugar. Dependemos de nós, para manter a posição temos de ganhar os nossos jogos. Independentemente de qualquer jogo, se vencermos somos os primeiros. Podemos estar em primeiro sozinhos ou acompanhados. Não assino nada por baixo”.

Publicidade