DESPORTO

Sporting e Benfica com inveja, forte rival assina no Porto

Publicado:

© Getty Images
Publicidade

Iván Jaime está prestes a tornar-se jogador do FC Porto, com um contrato de duração que ultrapassa a norma no Estádio do Dragão. De acordo com informações obtidas pelo Record, o jogador espanhol de 22 anos assinará um contrato de seis temporadas, estendendo-se até 2029. As fontes também revelam que Iván Jaime estará sujeito a uma cláusula de rescisão de 60 milhões de euros.

Após algumas semanas de negociações iniciais, o FC Porto intensificou seus esforços nos últimos dias para acelerar o processo e alcançou um acordo com o Famalicão. Segundo apurado, a direção liderada por Pinto da Costa investirá 10 milhões de euros na transferência do jogador espanhol, adquirindo 80% dos direitos econômicos do Iván Jaime em uma futura transferência, enquanto os 20% restantes permanecerão com o Famalicão.

O jogador desvinculou-se oficialmente do Famalicão ontem, à tarde, em um procedimento que requer sua assinatura como jogador do FC Porto para ser concluído. Se tudo ocorrer conforme o planejado, essa formalização acontecerá ainda hoje. Iván Jaime é esperado no Estádio do Dragão para realizar os exames médicos habituais e, com os termos do acordo já estabelecidos com o clube, só precisará concretizar a assinatura para efetivar sua mudança de carreira, algo que ele sempre aspirou durante esta janela de transferências.

Publicidade

Sob o comando de Sérgio Conceição, o FC Porto ganhará uma nova opção no setor ofensivo, o que ajudará a minimizar o impacto da saída de Otávio para a Arábia Saudita, além de preparar o clube para possíveis transferências de outros jogadores de ataque. Ao longo das três temporadas em que atuou pelo Famalicão, Iván Jaime demonstrou sua capacidade tanto como médio-ala/extremo quanto como segundo avançado.

O jogador espanhol, que provavelmente se juntará aos seus novos companheiros nos treinos na quinta-feira, pode ser convocado por Sérgio Conceição para o jogo contra o Arouca no Estádio do Dragão no próximo domingo. Isso se deve à obrigatoriedade de inscrição do jogador na Liga Portugal até sexta-feira, o último dia do período de transferências no país. Além disso, devido à sua transferência de um clube da Primeira Liga e à posse antecipada do certificado internacional pela FPF, Iván Jaime será automaticamente elegível.

Publicidade
Publicidade