DESPORTO

Sporting de Amorim com processo no Ministério Público; Saiba a razão

Publicado:

\
Publicidade

As Autoridades responsáveis pela Prevenção e Combate à Violência no Desporto decidiu tomar a iniciativa de encaminhar ao Ministério Público “todas as informações atualmente disponíveis” a respeito dos incidentes de insultos racistas dirigidos ao jogador brasileiro Otávio Ataíde. Estes incidentes ocorreram após a partida envolvendo o Famalicão e realizada no estádio de Alvalade.

Vaga de Empregado de Balcão para Lisboa-Portugal

Publicidade

«A APCVD reuniu prontamente todas as informações disponíveis, de forma a encaminhar o expediente daí resultante ao Ministério Público e à Comissão para a Igualdade e Contra a Discriminação Racial (CICDR), atendendo à competência legal de tais entidades neste domínio, possibilitando o desencadeamento das diligências investigatórias entendidas por convenientes», pode ler-se num comunicado hoje divulgado.

Conforme explicado pela Autoridade encarregada de Combater a Violência no Desporto, a sua competência não abrange as intervenções neste caso específico, uma vez que “os incidentes em questão não ocorreram durante o decorrer do evento esportivo”. Por esta razão, a autoridade optou por encaminhar o processo ao Ministério Público.

Publicidade
Publicidade
\