Uncategorized

Roberto Martínez reage mensagem de Sérgio Conceição e promete “vingança”

Publicado:

Roberto Martínez e Sérgio Conceição
© Getty Images
Publicidade

Selecionador nacional foi confrontado com as declarações de Sérgio Conceição acerca de João Mário.

O selecionador nacional Roberto Martínez abordou, no decorrer da manhã desta segunda-feira, a grande polémica que se gerou em torno das declaração de Sérgio Conceição, que gerou uma forte contestação em Espanha.

Publicidade

A propósito da estreia de João Mário pela equipa das quinas nos recentes jogos da seleção, o treinador do FC Porto considerou que o defesa “veio um bocadinho a dormir”.

A polémica chegou aos jornais do país vizinho, que arrasaram Conceição, mas o selecionador nacional relativizou o assunto.

Publicidade

“Não posso interpretar mal as palavras do Sérgio Conceição, tenho uma relação de muito respeito com todos os treinadores de Portugal, a seleção precisa do trabalho de todos os treinadores, a minha relação com o Sérgio é muito impecável e não acho que as palavras tenham um contexto negativo”, começou por dizer Roberto Martínez aos jornalistas, à margem de um evento na Cidade do Futebol em que a Federação Portuguesa de Futebol (FPF) e o BPI anunciaram a renovação da parceria, que liga as duas instituições desde 2018, até 2030.

“Tenho experiência, temos de falar publicamente cada dia, é normal alguma vez ter palavras que não tenham o contexto que nós queremos dar. Não tenho nenhum problema. A minha relação com o Sérgio Conceição é muito boa”, prosseguiu, falando da reação que aconteceu na imprensa espanhola.

Publicidade

“Acho que é normal, quando há umas palavras que não têm contexto, é fácil ter uma ideia que não é a ideia do Sérgio. Não falei com ele. Falarei com ele, mas não por essa razão. Falo com os treinadores dos nossos jogadores porque têm informação importante para mim. Trabalhamos juntos. Não acho que seja um problema. O contexto é importante”, vincou.

“O Sérgio falou de um jogador como é o João Mário, que foi um exemplo. É um jogador na nossa pré-lista e a sua atitude e desempenho foram de alto nível. jogou dois jogos… a nossa seleção ajuda os jogadores jovens a terem um papel importante. Não trabalhamos com 23 jogadores, trabalhamos com 40 jogadores. Acho que o exemplo do João Mário foi perfeito”, finalizou o treinador espanhol.

Publicidade

Questionado os adversários que Portugal vai defrontar nos particulares antes do Europeu do próximo ano, Roberto Martínez sublinhou que os irá escolher após ser conhecido o resultado do sorteio da fase de grupos do Euro’2024, que acontece no próximo sábado.

“No sábado temos um dia muito importante para nós e os nossos adeptos. Depois do sorteio, procuraremos o melhor adversário para o segundo jogo de março e também para junho antes do Europeu. É importante conhecer os adversários no Europeu antes de pensar nisso”, frisou o selecionador nacional.

Publicidade

“O importante é estar no pote 1. Fazer o apuramento que fizemos prepara-nos da melhor maneira possível. Agora é esperar por sábado. É um momento muito especial”, destacou, antes de falar sobre Gyokeres e o jogo com a Suécia em março.

“É o jogador mais impactante na Liga, é o estrangeiro com maior impacto. Para nós é muito interessante ter jogadores com capacidade… É um ponta de lança que pode fazer de tudo. É um bom finalizador, joga com muito espaço, tem jogo aéreo… Precisamos de adversários com jogadores individuais do nível dele”, sustentou.

Publicidade

“A seleção tem um sonho e ele é ter o sentimento dos nossos adeptos e dar tudo. Acho que os nossos jogadores mostraram que estão preparados para dar tudo e para sermos a melhor equipa. Para isso precisamos de ter o sorteio e depois apurar o grupo. Depois, vamos passo a passo e ver o que podemos criar que são memórias para os nossos adeptos”, finalizou.

Publicidade
Publicidade