NOTICIAS

Homem acusado de ter espancado e engomado a esposa até a morte, foi julgado

Publicado:

Homem
mz news
Publicidade

Arranca na Beira, o julgamento do homem acusado de espancar e queimar a esposa com ferro de engomar.

vítima essa, que veio a perder a vida depois de três meses, deixando uma menor  que, na altura dos factos tinha cinco meses de vida.

A jovem que em vida, respondia pelo nome de de Fátima Ndacuo, que tinha apenas 23 anos de idade, morreu no Hospital Central da Beira. Depois de ter ficado três meses internada em estado de coma, na sequência de agressão física protagonizada pelo marido, que usou um recurso a pau para espancar a esposa e ferro de engomar para queimar a vítima. Acusação feita pelo Ministério  Público.

Publicidade

O homem que gozava da liberdade, foi detido depois da vítima perder a vida. E, o Ministério  Público iniciou os procedimentos para o julgamento na 3ª sessão do Tribunal Judicial da cidade da Beira. O suposto autor Marcílio Guta, está sendo acusado de homicídio agravado.

Marcílio Guta, afirmou para o juiz Laquine Zingo, que não agrediu a esposa tal como o acusam. Mas, ele afirmou que, na noite do dia 4 de Novembro do ano passado, iniciou uma discussão com a esposa quando chegou à casa cerca de 23horas.

Mas, o motivo que lhes levou a discussão foi em torno da sua chegada tarde à residência.  Marcílio Guta explicou que, quando se dirigia à casa de banho, a esposa seguiu-o e terá agarrado a gola da sua camisa e puxado-o, estando nas suas costas.

Publicidade

Mas também, o homem reagiu a este gesto, virou bruscamente com os braços levantados e a sua mão direita acertou a face da esposa. Esta terá supostamente escorregado e caído, tendo, durante a queda, batido com a parte traseira da cabeça numa mesa feita de cimento.

 

 

Publicidade

 

Publicidade