DESPORTO

VAZOU HOJE (27/10): FIFA trabalha “escondido” com Benfica para prejudicar o Sporting

Publicado:

FIFA e sporting
© Getty Images
Publicidade hjjjh

Em causa está uma alegada violação de uma cláusula acordada entre Clube de Alvalade e emblema italiano

O ‘caso’ João Mário continua a fazer correr tinta. O Tribunal da FIFA rejeitou a queixa do Sporting contra o Inter, na qual os leões defendem que têm direito a receber cerca de 30 milhões de euros pela ida do médio para o Benfica.

De recordar que o Clube de Alvalade decidiu avançar com um recurso para o Tribunal Arbitral do Desporto (TAD) já depois de ver o organismo mundial recusar o apelo. A informação foi dada a conhecer pelos nerazurri no Relatório & Contas relativo à época 2022/23, divulgado pelo portal Calcio e Finanza.

Publicidade
hhh

“Em 10 de agosto de 2022, o Inter recebeu um pedido de 30 milhões de euros apresentado pelo Sporting Clube de Portugal – Futebol (“Sporting”) em relação à transferência definitiva do jogador João Mário para o Benfica por não ter ativado a cláusula de preferência a favor do Sporting em caso de transferência do jogador para qualquer outro clube participante na liga portuguesa.

“Posteriormente, em 6 de setembro de 2023, o Sporting interpôs um recurso junto do Tribunal Arbitral do Desporto (TAD); a Sociedade, embora não se considere responsável por violações contratuais, está a analisar com os seus advogados as objecções da contraparte e atuará nas instâncias competentes para proteger os seus interesses”, frisam os nerazzurri.
Em causa está uma alegada violação de uma cláusula acordada entre o Sporting e o emblema italiano, negociada com a saída do atual jogador do Benfica aos nerazurri. A condição estipulava que caso o ex-médio dos verdes e brancos voltasse a jogar por um clube português, o emblema transalpino comprometia-se a pagar os 30 milhões de indemnização.

Publicidade
hhh