DESPORTO

Conselho de arbitragem vai destituir alguns árbitros envolvidos em corrupção, veja a lista

Publicado:

Conselho de arbitragem
© Getty Images
Publicidade

Conselho de arbitragem vai destituir alguns árbitros envolvidos em corrupção.

Luís Gonçalves, administrador da SAD do FC Porto, concedeu uma entrevista ao Porto Canal nesta terça-feira, na qual criticou a arbitragem no empate com o Rio Ave. Especialmente em relação ao penálti revertido pelo VAR nos instantes finais, envolvendo Evanilson.

Publicidade

Gonçalves começou por expressar preocupação com o fato de o árbitro não ter recebido todas as imagens necessárias para tomar uma decisão precisa. Portanto, ele questionou por que todas as imagens não mostradas e por que o árbitro não teve acesso a uma visão completa do lance.

Ele afirmou que a não marcação do penálti prejudicou o FC Porto, afetando diretamente o resultado da partida e colocando pressão adicional sobre a equipe.

Publicidade

Gonçalves também criticou a atuação do VAR em outros jogos. Mencionando especificamente o Casa Pia-Sporting e o Farense-Sporting, onde considerou que o VAR influenciou indevidamente o resultado.

Além disso, ele apontou problemas semelhantes em jogos do Benfica, como no duelo com o Famalicão, onde um penálti claro a favor do Famalicão não marcado.

Publicidade

Ele levantou questões sobre a consistência na aplicação das regras, sugerindo que o tratamento dado ao FC Porto pode ser diferente do dado a outras equipes, especialmente em relação às decisões do VAR e às penalidades.

Gonçalves concluiu dizendo que o FC Porto não irá tolerar mais injustiças e que medidas precisam ser tomadas para garantir uma arbitragem justa e imparcial. Ele mencionou que o presidente já havia conversado com o Conselho de Arbitragem, mas sem resultados satisfatórios até o momento.

Publicidade
Publicidade